Vaporização Caseira em Seda


Vaporização Caseira em Seda

A pintura em seda requer alguns cuidados na fixação da tinta. Como existem várias formas de fixação (a quente, a frio, a vapor), é sempre recomendável seguir as instruções do fabricante, que normalmente constam do rótulo do produto.


Para as tintas de fixação a vapor, que são as mais indicadas para a seda pura, pois não alteram a textura da seda, permitindo que o caimento, a leveza e o brilho sejam mantidos, o passo a passo abaixo pode ajudar bastante! Na dúvida, consulte sempre um professor de pintura em seda ou o fabricante das tintas!


PASSO A PASSO:


  1. Amasse bem uma folha de papel kraft ou manilha para que fique bem macio. Também pode ser uma folha de jornal bem antigo (mais de um ano), que não solte mais tinta.

  2. Coloque a seda bem esticada sobre essa folha.

  3. Em seguida, enrole a seda juntamente com o papel formando um canudo.

  4. Enrole o canudo formando um caracol bem largo e fofo

  5. Embrulhe o caracol em outra folha de papel ou jornal

  6. Embrulhe a base do caracol em papel alumínio

  7. Em uma panela grande e alta, coloque um vaso de barro com a boca virada para baixo para servir de suporte ao seu “caracol” (também pode ser usada uma panela tipo cuscuzeira ou espagueteira – nesse caso, o vaso de barro é dispensado)

  8. Coloque água dentro da panela até quase a metade do vaso e ponha para ferver em fogo alto

  9. Quando a água estiver fervendo, coloque o caracol sobre o vaso. A água deverá ficar no mínimo 10 centímetros distante do caracol.

  10. Tampe a panela com um punhado de jornal para abafar bem e não deixar que respingue água no caracol

  11. Deixe ferver por pelo menos 1 hora em fogo alto (verifique de vez em quando se a água não está acabando. Se necessário, complete com água fervente). Atenção: Se a água acabar, corre-se o risco da seda pegar fogo. Portanto, muito cuidado e muita atenção!

  12. Após pelo menos 1 hora de fervura, retire o pacote e abra-o imediatamente, retirando a seda.

  13. Realizar a lavagem da peça em água corrente, com sabonete neutro, até que não saia mais tinta. É normal sair uma grande quantidade de tinta, porém as cores não desbotam. Se o trabalho tiver espessante, principalmente com tinta escura, é necessário que a lavagem seja um pouco mais demorada, pois o espessante pode grudar e manchar outras partes da seda. Se isso acontecer, continue movimentando a seda sob a água corrente e passe o sabonete sobre o espessante até que ele saia totalmente.

  14. Enrole a seda em uma toalha e aperte bem para remover o excesso de água.

  15. Passe a seda ainda úmida, em ferro quente (temperatura para algodão). Se o trabalho tiver guta colorida ou metálica, passe do lado do avesso.

0 visualização
Atelier Monica - Logo laranja branco.png
  • Facebook
  • Instagram
  • Flickr
  • Pinterest
  • YouTube
  • Blogger
  • Elo7
  • WhatsApp Curso de Pintura em Seda

siga nas redes

Atelier Mônica de Godoi 2018 - Desenvolvimento Supernova Digital

O Atelier está localizado entre o Estádio do Morumbi e Av. Prof. Francisco Morato, agende um horário e venha conhecer nosso espaço!

Informações 11 94084-4484

Se preferir envie uma mensagem pelo formulário